Transações comerciais

O nosso escritório de advocacia oferece assessoria em transações comerciais e representa os seus interesses:

O Direito Comercial estabelece regras específicas para as transações comerciais: as regras para tais atividades se aplicam quando ambas as partes contratantes são comerciantes. O contrato de comissão é uma forma particular de transação.

Compra comercial

As partes envolvidas em uma compra comercial devem obedecer a normas legais especiais. As disposições da Lei Comercial Alemã (HGB) alteram os pagamentos e garantias legais sobre pagamento.

O que é uma compra comercial?

Uma compra comercial é uma compra que representa uma transação comercial para, pelo menos, uma das partes contratantes envolvidas. É uma transação legal realizada por um comerciante ou empresa comercial. Portanto, se um comerciante ou uma empresa comercial estiver envolvido em uma compra, as regras de compra comercial são aplicáveis e as regras também serão aplicadas a um contrato de câmbio, às compras de títulos e aos contratos de compra.

Incumprimento da aceitação para compra comercial

Há peculiaridades na aceitação de uma compra comercial. O credor de uma notificação está em falta se não aceitar a notificação, apesar de uma oferta adequada por parte do devedor. Como resultado, o risco de perecimento da mercadoria passará para o credor. Isto significa que, no caso de uma compra e se a mercadoria for perdida, o comprador deverá pagar o preço de compra se o vendedor tiver se oferecido para entregar ou recolher a mercadoria. Se o comprador não aceitar a mercadoria, ele assume o risco de perda ou dano à mercadoria.

Em uma compra comercial, o vendedor pode depositar a mercadoria em um armazém público ou de outra forma, por conta e risco do comprador. Também tem o direito de leiloar publicamente a mercadoria se o vendedor tiver sido antecipado que pode instruir um agente comercial a leiloar publicamente a mercadoria.

O vendedor também pode fazer uma venda da mercadoria em nome do comprador.

O nosso escritório de advocacia, especializado em Direito Comercial, aconselha as empresas sobre as exigências individuais para o cumprimento da aceitação de uma compra comercial.

Compra fixa

Uma característica especial é a compra fixa. Se as partes concordarem que o serviço será prestado em um tempo pré-determinado ou dentro de um período razoável, há direitos especiais de cancelamento e o direito de indenização por danos. A compra de ativos fixos é uma atividade na qual o desempenho oportuno é de particular importância para uma das partes. Se o serviço não tiver sido executado dentro de um prazo razoável ou dentro do período especificado, a contraparte pode rescindir o contrato. A outra parte do contrato que estiver inadimplente pode exigir uma indenização por danos sofridos como resultado da inadimplência. Os danos podem resultar do fato de que as mercadorias se tornaram mais caras devido ao não desempenho do tempo.

Um advogado especializado em Direito Comercial poderá classificar as cláusulas no contexto de uma compra fixa e oferecer uma consultoria qualificada.

Obrigação de examinar e relatar defeitos na compra comercial

O Código Comercial Alemão (HGB) regulamenta no §§ 377-379 HGB a obrigação do comprador de examinar e relatar defeitos na mercadoria. Se a compra for uma transação comercial para ambas as partes contratantes, o comprador deve examinar a mercadoria imediatamente após a entrega pelo vendedor e, se for encontrado um defeito, deve informar imediatamente o comprador. Os requisitos são atendidos se ambas as partes contratantes forem comerciantes ou empresas comerciais.

Presume-se a entrega da mercadoria o fato da mercadoria ter dado entrada na esfera de controle do comprador ou de uma pessoa auxiliar contratada pelo comprador, a fim de que os defeitos possam ser examinados.

A mercadoria será defeituosa se não apresentar as propriedades acordadas ou não for adequada para o uso pretendido.

O comprador viola a obrigação de comunicar qualquer defeito se ele não examinar a mercadoria imediatamente após a entrega. A lei estipula, para a condução e duração da investigação, que ela se baseie em bons negócios. Se uma grande quantidade de mercadorias for entregue, o comprador deve examiná-las com base em uma amostra. No caso de uma pequena quantidade, uma inspeção completa é necessária.

Com relação à notificação oportuna de defeitos na mercadoria, é feita uma distinção entre um defeito óbvio e um defeito oculto. Um defeito óbvio pode muitas vezes ser reconhecido por uma inspeção adequada da mercadoria. Neste caso, o período de notificação será de vários dias. No caso de defeitos ocultos, que exigem um nível de inspeção mais completo, o período começa apenas quando o defeito é descoberto.

Se o comprador tiver violado sua obrigação de comunicar defeitos, ele não poderá mais fazer valer os seus direitos de garantia. Entretanto, as partes contratuais podem excluir disposições estatutárias. Isto é possível, por exemplo, em termos e condições gerais. Um advogado especializado em Direito Comercial fornece aconselhamento específico em casos individuais de violação do dever de informar. O nosso escritório representa tanto compradores quanto vendedores no uso da exclusão da garantia do dever de informar sobre defeitos fora dos tribunais e em juízo.

Atividades da Comissão

Uma operação de comissão é uma transação comercial envolvendo um diretor, um agente de comissão e outra pessoa. Um comissionado é alguém que assume comercialmente a compra ou venda de bens ou títulos em nome de outra pessoa (a parte envolvida) em seu próprio nome. É feita uma distinção entre uma comissão de compra e uma comissão de venda. Com a comissão de compra, o comissionado atua para o comprador. Com a comissão de venda, o agente de comissão atua para o vendedor. O agente da comissão não atua como representante das contas de outros, mas se torna parte contratante. Ele é obrigado a seguir as instruções do cliente.

Contrato da Comissão

Um contrato de comissão deve primeiro ser celebrado entre o contratante e o cliente. O contrato contém regras relativas ao objeto da compra ou venda e à comissão. Outras disposições também podem ser estabelecidas com relação ao preço de compra ou venda, a responsabilidade do contratante, a duração e a rescisão do contrato.

Execução da atividade da comissão

As atividades de comissionamento devem ocorrer entre o comissionado e a outra pessoa a quem o item é comprado ou vendido. No caso do agente da comissão, este é obrigado a prestar e consideração a esta pessoa. Na maioria dos casos, o comissionário não é mostrado ao comprador ou ao vendedor. Portanto, o contratante conclui o negócio da comissão em seu próprio nome e às suas próprias custas. O comissionado paga a consideração à terceira pessoa. Ele tem direito a um reembolso do preço de compra da mercadoria contra o cliente. Quando o comissionado recebe a mercadoria, ele se torna o proprietário. Entretanto, ele é obrigado a entregar a mercadoria ao seu cliente.

Compromissos e direitos nas atividades da comissão

O comissionado tem direito ao pagamento de uma comissão e pode solicitar o pagamento se a transação foi feita entre um terceiro e o contratante. Se o terceiro prestar o serviço ao contratante, a atividade de comissão é considerada como tendo sido realizada. O direito do agente de receber o pagamento permanece em vigor somente se a transação concluída por ele não tiver sido realizada por uma razão que resida no cliente.

O contratante tem direito ao reembolso dos custos, que também incluem os custos de remuneração, uso de instalações de armazenamento e uso de meios de transporte.

Se o comissionado não agir de acordo com as instruções do cliente, ele é obrigado a compensar o cliente pelos danos. Neste caso, o cliente não deve aceitar a transação contra si mesmo, para que ele possa se recusar a aceitar a mercadoria. No caso de um leve desvio das instruções, ele deve aceitar a transação contra si mesmo.

Em casos individuais, é aconselhável que as disposições exatas do contrato de comissão sejam verificadas por um advogado especializado em Direito Comercial.

Marque agora uma consulta

Contate-nos


    Contact:Wittelsbacherstraße 18 | 10707 Berlin 030 407 417 31info@bildt-law.de